segunda-feira, 31 de março de 2008

A caixa de surpresas está lacrada

Sete vitórias em sete jogos. Grandes, pequenos, mistos ou reservas, o Botafogo olhou todos do mesmo jeito e buscou os três pontos. Pela campanha e pela atitude do time, é o favorito para levar a Taça Rio. Alguns podem dizer que o time não foi devidamente testado, por não ter encarado todos os titulares dos rivais grandes. Até concordo. Mas dizer que "não fez mais que a sua obrigação!", como se isso fosse algo menor... Ora, cumpriu com suas obrigações devidamente, e está nas semifinais com sobra! Pergunte ao torcedor do Vasco se ele não desejaria o mesmo de seu time.

Aliás, que papelão vascaíno. Perder de virada em casa, jogando preguiçosamente... Seus principais jogadores já não escondem a realidade avistada desde o torneio na Arábia, em janeiro: o time não é bom. Edmundo concordou com o fato de que a derrota dá argumentos para os que consideram o time fraco. Alex Teixeira e Jean reclamaram que os companheiros não jogaram com vontade (ninguém pode acusar o colega de ser perna-de-pau, né?). O técnico já fala como se aguardasse a demissão. Ninguém parece acreditar no time da cruz de malta: nem seu comandante, nem seus atletas, nem sua torcida. Uma caravela à deriva.

Se Dunga der certo na Seleção, não duvido que daqui a algum tempo Renato Gaúcho estará lá. Ambos ex-jogadores (depois de Klinsmann na Copa 2006, é a moda do momento) e ambos insuportáveis na coletiva de imprensa. Rancoroso, Renato ainda lembra das críticas dirigidas ao Fluminense no início do campeonato e, arrogante toda vida, fala sobre a situação do time hoje, bem na Libertadores e na Taça Rio. Renato parece não compreender um detalhe universal do futebol: se o time joga mal, leva crítica; se joga bem, é louvado. Assim é no mundo inteiro. O ex-atacante foi lacaio de Eurico por dois anos no Vasco, só ganhou um título na carreira de técnico e vem com essa marra toda?

Dizem que o Fla não apresentou na Taça Rio um futebol pra levar o título. Mas se o time já está na final, como terá a mesma motivação que os outros? Normalmente, o campeão da Taça Guanabara nem faz boa campanha no 2º turno. Mas é só lembrar que em 1996 Joel Santana levou as duas taças e dispensou as finais, com o Fla invicto. Favoritismos e menosprezos agora são deixados de lado (é a esperança vascaína): nas semifinais, zera tudo. Agora o Campeonato Carioca volta valer alguma coisa.

Outra notícia rubro-negra: rescindiram o contrato com a empresa que prestava o serviço da Fla-TV. O Futebol Racional já tinha apontado que a TV estava patinando, e agora os dirigentes terão trabalho dobrado pra convencer os torcedores novamente. Por que não dão uma olhadinha na TV do Arsenal, da Inglaterra, pra ver como é que se faz?

O Guaratinguetá é um clube-empresa criado para revelar jogadores. Hoje é líder do campeonato paulista - o time mais regular de toda a competição, estando sempre nas cabeças. Pode ser campeão, embora meu palpite é que já conseguiu muito além do esperado, e os grandes não vão querer outra roubada de cena logo na hora da decisão. Fica no ar a dúvida: o time vai ser desmantelado depois do campeonato, já que nasceu com objetivos bem diferentes dos demais? Se isso acontecer, quando a torcida do Guará poderá sonhar mais alto? Será que isso passa pela cabeça de seus dirigentes?

Adriano de boca fechada dá trabalho. Fez dois gols ontem, tem feito sempre, é um jogador decisivo. Se o São Paulo for campeão, preparem-se para seus desabafos... O Corinthians continua deixando a torcida em suspenso (hoje não estaria classificado), a Ponte Preta não se abala e o Barueri se atreve a querer uma vaguinha também.

Não poderia deixar de ressaltar a homenagem a Armando Nogueira. Um dos melhores cronistas da bola, por meio do futebol Armando produzia textos que podem ser comparados aos golaços de Pelé e Garrincha. Enquanto muitos só conseguem analisar o futebol, Armando tem talento para traduzir sua apreciação pelo esporte. Um drible bonito era objeto de uma lauda inteira, com maestria. Apesar dos problemas de saúde, ele continua escrevendo, dessa vez no Lance. Parabéns, Armando!

Um comentário:

Felipe disse...

Eu fui o primeiro a votar na enquete!! Vai ser mengão e foguinho na final..