segunda-feira, 12 de maio de 2008

Reservas? Com reservas

O Campeonato Brasileiro de 2008 começa, como sempre, simultâneo à Libertadores e à Copa do Brasil. Os times envolvidos em duas dessas competições fazem a escolha de Sofia: escalar ou não times mistos/reservas para a primeira rodada do Brasileirão?

O risco não é tão pequeno como se pensa. Pergunte a quem ficou fora de uma Libertadores ou perdeu o título por três pontos apenas. Ou até menos.

Mesmo assim, vários times foram nessa empreitada. São Paulo e Santos se deram mal (ao menos o Peixe perdeu fora de casa) e Botafogo e Fluminense conseguiram resultados melhores (o tricolor empatou fora de casa).

Em compensação, os times completos de Portuguesa e Figueirense fizeram o jogo mais espetacular do dia: 5 x 5, sendo que a Lusa estava vencendo por 5 x 2. O Figueira tem a fama de não desistir de nenhum placar, e a comprovou mais uma vez.

A grande expectativa estava sobre o Flamengo de Caio Júnior: como se comportariam após a tragédia de quarta? O certo é que não deram chance para os púberes reservas do Santos: 3 x 1. Até Ibson voltou a fazer gol! E Juan prima pela regularidade.

Antes do jogo o vice de futebol, Kleber Leite, disse que "o assunto Libertadores está sepultado na Gávea". Excelente atitude. Por que não enterraram o título carioca na segunda-feira passada também? E diziam que o clube tinha aprendido com os erros da campanha de 2007...

São Paulo x Fluminense: aposto num jogão, e não duvido que um dos dois times seja finalista da competição sul-americana.

2 comentários:

carlos pizzatto disse...

O São Paulo não jogou com time reserva. Jogou "apenas" sem Jorge Wagner, Adriano e Hernanes (que entrou no segundo tempo).

Marcos André Lessa disse...

Obrigado pela correção, Carlos.