segunda-feira, 9 de junho de 2008

A moral da liderança

Os líderes do Brasileirão são dois times que foram precocemente eliminados da Taça Libertadores. Será que isso quer dizer alguma coisa?

Talvez, por saírem mais cedo, desgastaram-se menos do que os que prosseguiram. Embora eu não veja muita vantagem psicológica em ser favorito ao título e sair no primeiro mata-mata...

Cruzeiro e Flamengo são líderes do campeonato e provam que, apesar do fracasso na Libertadores, têm elenco para disputar um Campeonato Brasileiro. O rubro-negro ainda não conseguiu repetir uma escalação, e só perdeu pontos empatando fora de casa, contra o Grêmio.

A goleada de sábado contra o Figueirense (principalmente o primeiro tempo), foi de encher os olhos. E Marcinho vai despontando como um dos destaques desse Brasileirão. Além de habilidade e raça, tem faro de gol. Maxi é outro que não pode mais sair do time, é muito mais eficaz que Diego Tardelli.

O Cruzeiro venceu graças a um lance polêmico do juiz. Foi dois toques? Tiago não tinha segurado a bola na primeira vez. Eu me pergunto qual árbitro marca esse tipo de infração, assim como os seis segundos de posse de bola com o goleiro, invasão de área no pênalti... Ou se aplicam todas as regras com rigor ou sempre haverá o risco de surpresas do tipo. Wilson de Souza Mendonça também nunca foi bom árbitro.

O Fluminense, ainda de ressaca, perde para o Grêmio - que também não quer ficar longe da liderança. A final da Libertadores é no fim do mês, mas se o tricolor não vencer ao menos duas partidas até lá, pode ficar complicado pra recuperar esses pontos depois. Já é o lanterna absoluto.

O São Paulo foi outro time que resolveu renascer nesse fim de semana, e cavou ainda mais a cova centenária no Atlético-MG. Do jeito que a coisa vai, o Galo vai lutar contra o rebaixamento, sem garantia de vitória...

O Palmeiras esqueceu o bom futebol no Campeonato Paulista. Perdeu para o time reserva do Sport e suas vitórias ainda não convenceram a torcida. Vale lembrar que no começo da competição estadual foi a mesma coisa - só que naquela época o time estava em formação. Agora, que manteve o elenco, rateia nas primeiras rodadas.

O Botafogo respira. É outro time que precisa fazer os resultados dentro de casa. O Náutico vai surpreendendo pela regularidade e prossegue em terceiro lugar. O Brasileirão promete ser muito bom até o final.

8 comentários:

Anônimo disse...

Achei o seu post muito echeio de esperança. Vale lembrar que ano passado o Glorioso Botafogo, com o melhor time do país, com o melhor futebol apresentado nos últimos tempos, foi líder até a metade do campeonato e nem na zona de libertadores ficou. Já a flavela amargou a lanterna, e terminou em 3°. Assim como o flor, que deu uma bela arrancada e "ficou com duas vagas". Então, vamos com calma!

Destaque para Carlos Alberto e Diguinho. Que procuram o jogo. Diguinho foi derrubado e se levantou para prosseguir com a jogada. Já o Carlos, mostrou que pega bem na bola, não se esconde e parte pra cima. Vamos ver no que dá.

Abraço,
Fabricio Raner

André Marques disse...

Falaê Lessa.
Cara, posso estar enganado, mas não tô vendo essa bola toda no Cruzeiro não. Não jogou lá essas coisas contra os reservas do Botafogo e só ganhou do Vasco ontem porque a vedete de apito ajudou.
Agora, alguém sabe por que o Flamengo tem 4 jogos seguidos em casa?? Dos 6 primeiros jogos, por que 5 são em casa?

Anônimo disse...

Mengão rumo ao hexa!
Abraços,
Pedro

Anônimo disse...

Ao que perguntou porque o flamengo soh joga em casa, nem perca o seu tempo. Eh obvio q estao tentando repetir o q aconteceu no final do brasileiro passado, quando o flamengo jogou quase 10 jogos seguidos em casa. Eh tudo manipulado para isso, soh nao ve quem nao quer. E se algum flamenguista acha que nao, entao de alguma expliacao sensata para o fato.

Abracos,
Fabio Lima

Marcos André Lessa disse...

Um a um:

Fabricio, não tenho dúvida que pode acontecer com o Fla o que aconteceu com o Botafogo. No entanto, me atenho a comentar rodada por rodada, com o mínimo de projeções. Olhando a foto de hoje, dá pra ter essas perspectivas.

André e Fábio: em 2007 o Fla teve mto jogo adiado por causa do Pan, por isso a seqüência final no Maraca foi maior. De todo modo, não sei qual é a vantagem de disputar jogos seguidos em casa se haverá todos os jogos de volta. O importante é vencer dentro de casa, seja com qual calendário for. Se qq time fizer isso bem, estará nas cabeças do Brasileirão.

carlos pizzatto disse...

O Fla é, no mínimo, candidatíssimo a vaga na Libertadores 2009.

Mas torcida e o time, claro, devem pensar no título.

André Marques disse...

Pô Marcos, é claro que jogar seguidamente em casa ajuda. Os últimos brasileiros mostram que o time da casa na maioria das vezes leva vantagem, assim, jogar seguidamente, ajuda o time a embalar e a somar pontos. Sem contar que no caso do Flamengo, a torcida vai em massa e os árbitros sentem a pressão. Ano passado o Ibson demorou dois meses para receber o terceiro amarelo do campeonato! Ibson! Um dos que mais batem no campo.
A história do Pan sinceramente não me convence. Todo mundo que ficou sem ter onde jogar deu o seu jeito, só o Flamengo que adiou. E com isso conseguiu, de um jeitinho, estrear contratações internacionais antes da hora. Isso sem falar no maior tempo para treinar. Será que se todo mundo resolvesse adiar haveria data disponível para todos os jogos? Queiram ou não, o monte de jogos adiados desequilibrou a favor do Flamengo sim.

Abração!!!

Marcos André Lessa disse...

Beleza, André, postado está o seu ponto de vista! Abs!