domingo, 5 de abril de 2009

Do insosso ao curioso

(Foto: Ivo Gonzalez /Agência O Globo)

A rodada não prometia muita coisa. Vários times já classificados para as semifinais, a dúvida seria apenas sobre quais confrontos aconteceriam. Mas Santos e Flamengo deram uma pitada de emoção.

Um Fla-Flu que não prometia muito valeu o ingresso: muitas chances de gol, com os reservas fazendo de tudo para brigar por um lugar no time. Não à toa, o garoto Alan e o "sheik" Emerson, no último minuto, fizeram os gols do empate. Diego, goleiro rubro-negro, superou a desconfiança da torcida.

O Flamengo chega às semifinais sem ter vencido nenhum clássico, mas o time titular do Fluminense não conseguiu derrotar os reservas rubro-negros. É essa a motivação para o novo clássico entre os dois, dessa vez na semifinal. Cuca vai conseguir armar um time para buscar o título, afinal? Parreira já decifrou as opções flamenguistas? Domingo pode pintar um novo jogão.

O Botafogo repete o filme: goleia um pequeno com boa atuação de Reinaldo, Victor Simões e Maicossuel. Será que o alvinegro vai levar a sério a possibilidade de eliminar o jogo final?

E o que dizer do Vasco? Oito jogos, oito vitórias, um milhão de goleadas. É o time mais "inteiro" do segundo turno, joga pra frente, com a alegria de um renascido. A torcida deve confiar na firmeza de Dorival Junior. Mas a inexperiência do elenco pode pesar ao disputar sua primeira decisão.

No Paulistão, o Santos era dado como carta fora das semifinais. E quase confirma a fama, principalmente no lance do gol de empate da Ponte Preta. Só que o alvinegro praiano tem Kleber Pereira, centroavante com fome de gol que fez 4 (um foi anulado), e só não fez chover em Campinas. Resultado: 3 x 2 pro Santos, que enfrenta o Palmeiras agora.

O Verdão, por sua vez, quase fez feio em casa num jogo muito movimentado, com milhares de chances de gol. O Botafogo saiu na frente mas Ortigoza deixou o dele com raça, e Diego Souza completou. Keirrison não parece estar em boa fase e ainda não marcou em clássicos. Mas semifinais são semifinais...

O Corinthians empatou com o Mirassol. Oh, que novidade... O troféu de campanha mais sem graça já é do Timão. No entanto, Ronaldo é artilheiro de decisões. Enfrenta o São Paulo, que relaxou contra o São Caetano. Mas pode muito bem levar o título, pois a vontade de acabar com o rótulo de "time de segundo semestre" parece real.

Um comentário:

Fabricio disse...

Cheiro de título hein!

Botafogo!