quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Não dá pra exigir muito

A torcida pega no pé de Dunga e pede sua saída, após o terceiro 0 x 0 seguido dentro de casa, e sem apresentar um futebol que encha os olhos. Agora, acredito que o pedido venha mais por uma constatação do que por revolta.

Porque fica claro para quem acompanha a Seleção que Dunga é um técnico muito limitado, no sentido de não conseguir criar nada de novo (ou que fuja do seu script) para mudar os rumos de um jogo. Ontem isso ficou explícito, mais uma vez.

Se a Colômbia estava com duas linhas de quatro defensores, por que insistir no burocrático Kléber na lateral-esquerda? Colocando Juan, que muitas vezes atua como um ponta no Flamengo, ia abrir espaços, podendo tabelar com Robinho, cruzar da linha de fundo para Jô...

Ou tirar Gilberto Silva, cujo nome só foi ouvido pelo telespectador no 2º tempo, devido a um passe errado, e colocar o arisco Lucas...

Ou não fazer substituição nenhuma, mas rearrumar o posicionamento dos jogadores brasileiros para confundir a marcação colombiana...

Nada. A Seleção de Dunga só consegue jogar bem quando enfrenta um adversário escancarado e quando tudo funciona como planejado nos treinos.

Agora eu te pergunto: dá pra ganhar uma Copa assim?

***

Obina é a arma do Flamengo para enfrentar o Vasco? De que ano é essa notícia?

4 comentários:

André Marques disse...

Lessa, lembra do meu comentário no outro post? " O Brasil quando pega um adversário que joga aberto, vai bem. Quando pega uma defesa fechada, não consegue criar nada."
O resultado não me surpreendeu em nada, foi só um reprise do filme anterior.
Sinceramente, depois da cafajestada que o STJD, pau mandado da CBF, fez com o meu Botafogo, eu quero mais é que essa seleção se dane e vá para a ponte que partiu!
Abraço!

Marcos André Lessa disse...

É verdade, André, lembro do seu comentário. Créditos a vc!

Quanto ao Botafogo, realmente, foi um exagero dar aquelas punições. Se for assim, o Kléber, do Palmeiras, tem que ser banido do esporte.

Luiza disse...

Não sei de onde saiu essa idéia de que ex-jogadores de futebol podem ser bons técnicos. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Depois dá no que dá e o cara fica queimado...Não acho que ele seja bom, mas acho que pior ainda é quem o colocou nesse lugar..abs Luiza

Marcos André Lessa disse...

Concordo com vc, Luiza. E pensa só: Luxemburgo e Felipão, q são bons técnicos da atualidade, foram péssimos jogadores! Será q o raciocínio com o Dunga foi o mesmo? rsrs

Abs