domingo, 15 de novembro de 2009

Primeiro e segundo normalíssimos

Analisando o momento atual (sem apontar o final da história), pode-se dizer que os times mais sólidos dessa reta final do campeonato estão nas duas primeiras colocações. São Paulo e Flamengo apresentam características muito semelhantes.

Ambos possuem um elenco cuja base joga junta há algum tempo, facilitando o entrosamento. Seus técnicos foram oficializados em meio ao Brasileirão e debaixo de muita desconfiança, e fazem campanhas melhores que os "medalhões". O clima nos dois times é bom, e tanto o carioca quanto o paulista possuem uma boa mescla de jogadores experientes e jovens.

Isso tudo talvez explique porque estão bem mais estáveis do que os que gravitam no topo da tabela. O Cruzeiro perdeu do Flu e empatou com o Grêmio quando não podia; Palmeiras e Atlético-MG não têm aguentado a pressão e ficaram ansiosos demais com a possibilidade de serem campeões, o que atrapalhou seus rendimentos. O Internacional coleciona maneiras de irritar a própria torcida.

No entanto, vejo vantagem para o Flamengo, que possui jogadores mais decisivos: Adriano e Petkovic atravessam uma fase madura, assumindo seus papéis de liderança. No São Paulo, Rogério Ceni é o único que pode ser comparado à dupla rubro-negra, mas fica lá no gol. E a arrancada rubro-negra (típica do tricolor do ano passado, vejam só) não parece querer se contentar com Libertadores.

Do lado de baixo da tabela, é de admirar a reação do Fluminense. Até jogadores medianos como Mariano estão fazendo boas partidas, e o ataque relembra a dupla vascaína Romário-Euller: Maicon transformou-se num "garçom" para Fred. O centroavante fez dez gols em dez jogos, não preciso dizer mais nada. E o passe de Conca no segundo gol foi sensacional.

Faço questão de destacar a bela homenagem feita a Washington, ex-craque do Flu, que passa por problemas de saúde. As camisas, a campanha para ajudar, fazer o Maracanã inteiro saudá-lo ao vivo foi de arrepiar. Parabéns à torcida e aos idealizadores, solidariedade e memória made in Laranjeiras.

E o Botafogo, hein? Esqueceram de levar a disposição na bagagem pra Barueri. O Fla agradece, pois o jogo contra o São Paulo, no Engenhão, virou final de Copa.

Acho um absurdo que a grande campanha do Avaí esteja sendo negligenciada pela crônica esportiva. Um time que volta à primeira divisão depois de muito tempo, já se garante na Copa Sulamericana e ameaça ir à Libertadores merece todo aplauso. E sempre jogando de igual para igual com os principais clubes do país.

Parabéns também ao técnico Silas, que faz ótimo trabalho e ainda tem uma postura exemplar, sem cair no rame-rame arrogante de muitos "cãomandantes" tupiniquins.

Um comentário:

Equipe Esporte Total disse...

Realmente os dois clubes que estão merecendo ganhar o título são: São Paulo e Flamengo. Espero ver essa disputa até a última rodada.
André do Blog Esporte Total
http://esportetotalbh.blogspot.com/